é domingo. eu ainda não hidratei meus cabelos, não depilei minhas pernas ou fiz a sobrancelha. amanhã é segunda-feira eu tenho que acordar logo as 5hrs da manhã para ir trabalhar, a tarde tem dentista, tem também reunião com a orientadora da minha monografia - vejo que vou receber alguns esporros - e sinto ainda mais que não vai dar tempo pra fazer nem um terço de tudo o que preciso fazer.

é dezembro já. quase Natal (...) aline está tão grande. nove meses já! já diz "pa-pa-paai" por mais que minha prima-irmã, a mãe dela, a ensine a dizer "ma-ma-mããe". contudo o resultado é sempre o mesmo; aline olha para a mãe com uma cara que diz 'mas eu estou falando certo oras' e repete com a boquinha gorda que eu gosto de beijar: "pa-pa-paai"!


em tempos de Natal.



em tempos de aline já quase entrando na pré-adolescência.

é o tempo escorre pelas mãos mesmo!
é, e eu realmente sou uma madrinha pra lá de coruja!

então tá, momento mulherzinha-mulherzinha...

e eu ando mulherzinha-mulherzinha demais. vc não sabe o que é ser uma mulherzinha-mulherzinha?! tu podes não saber o que é, mas com certeza é uma também. afinal toda e qualquer mulher já comeu uma caixa de 'bis', por ansiedade, uma alface, no almoço, por vaidade ou, um canalha por saudade. enfim, nós somos assim, perfeitinhas, charmosinhas e vaidosas.

eu tenho tido muitos momentos de vaidade ultimamente. a começar pelas compras de roupas que não param. o melhor de tudo é que poucas - ou quase nenhuma - dessas minhas últimas aquisições tem saído do meu próprio bolso. eu tenho encontrado ótimas promoções e tanto charles quanto papai vem patrocinando minhas compras de bom grado. thank's God!!!

a questão das roupas não foi tanto nem por vaidade é necessidade mesmo. perdi quase todas as minhas roupas com o emagrecimento, até os pijamas antigos não serviam mais e para ser sincera eu não fazia questão de roupas moderninhas ou novas a cada final de semana antes da gastroplastia (...) também podera, achar roupas para mim era um verdadeiro inferno - blusas do GG pra cima, e calças do 54 pra cima -. hoje em dia não, né?! tudo mais fácil. qualquer número P entra, se não tiver tamanho pequeno uma M também veste bem. e com isso eu fiquei sim mais vaidosa. me olho no espelho beem mais que antes, acho fofo o caimento de algumas roupas no meu novo corpo e descobri novos prazeres; além de, é claro, ainda cultivar os antigos, como a maquiagem por exemplo.

meu lado mulher de ser sempre foi muito aflorado quando o assunto eram cremes, hidratantes, produtos para cabelos e maquiagem. eu não tive minha mãe para me ensinar de fato a gostar de tudo isso - ela faleceu quando eu ainda estava na adolescencia, então curti pouco esses ensinamentos que são passados de mãe para filha -, mas mesmo assim me tornei uma mulher antenada quando o assunto é make-up, igualzinho como minha mãe era. acho que eu nunca contei, não da forma que vou contar agora, mas minha mãe nasceu na década de 20, no fim dela é verdade, mas nasceu. e os valores para mulheres naquela época eram muito diferente dos de hoje em dia: as mulheres deveriam ser criadas para serem excelentes donas de casa e mães.

mas com minha mãe foi diferente. mamãe cresceu numa casa com dez irmãos, sendo cinco homens e cinco mulheres. todos eles estudaram, se formaram e viveram suas vidas independentemente dos padrões da época. sendo mais clara eu digo que mamãe se formou em pedagogia, trabalhou e só então, lá pelos 45 anos é que ela casou. vamos e convenhamos que isso é moderno demais até para os tempos de hoje! como não podia ter mais filhos mamãe e papai adotaram meu irmão e eu. para se ter idéia de como mamãe traçou um destino único para ela eu vos digo que ela me adotou aos 51 anos de idade e foi exatamente na mesma época que ela se aposentou por tempo de serviço da secretária de educação daqui de pernambuco. pouco comum, não?! mas assim era a minha mãe... absorvendo desafios quando as pessoas pensavam que nem tinham mais direitos a eles. transgredindo de uma forma tão única que as pessoas não achavam que ela estava sendo ousada, ela apenas estava sendo ela mesma.

com minha mãe eu aprendi a gostar de produtos pond's, a combinar roupas de várias épocas a um estilo único de ser, a amar sapatos altos - mesmo eu tendo 1m72 de altura - e a conquistar todos os meus sonhos, sejam eles quais for. mamãe sabia dirigir, mas achava mais elegante ser conduzida. minha mãe achava o fim não se ter dentes perfeitos ou não cuidar deles; para ela o sorriso de alguém era o maior de todos os cartões de visita. mamãe pode não ter tempo para me orientar sobre educação sexual ou coisas do tipo. ela não teve tempo para conhecer meu primeiro namoradinho, mas ela deixou uma herança única dentro de mim, ela me deixou um espelho a ser seguido que era ela mesma.

amiga, competente em tudo aquilo que faz, fiel, cortês, gentil, elegante, educada, refinada, discreta, vaidosa, cuidadosa, zelosa, excelente dona de casa, leal, prestativa, esposa impecável e mãe amorosa era o que minha mãe era e é o que eu tento ser a cada dia um pouco mais.

mas, com essa reforma que estou fazendo aqui em casa descobri muitas coisas de minha mãe que eu só sabia muito superficialmente como, por exemplo, a paixão dela por cristais, louças, porcelanas e faqueiros. tudo bem que eu sempre soube que tinha tudo isso aqui em casa e que eu havia herdado tudo isso, mas era meio doloroso olhar para aquilo tudo e em raras ocasiões eu retirava algo para usar já que o estoque de pratos, talheres e copos de dia-a-dia daqui de casa é muito grande. mas enfim veio a reforma e com ela uma enxurrada de coisas novas-velhas. novas no sentido que eram quase inéditas para mim e velhas porque muitas foram do enxoval da minha mãe. coisas super antigas e intocadas, louças mineiras ainda dentro da caixa, talheres italianos... verdadeiras relíquias que hoje em dias é muito raro de se ver, ainda mais em tão perfeito estado.




ver isso tudo foi quase como abrir uma arca do tesouro. fiquei encantada com tudo e pensando que minha mãe escolheu tudo aquilo detalhe por detalhe, eu jamais poderia ter feito trabalho melhor. é de fato uma herança, mas não só pra mim, minha idéia é fazer desse acervo algo acessível para muitos, mais ainda não sei como, vou pensar numa maneira disso se realizar. o blogger já ajuda um bocado, mas ao vivo e a cores tudo vida bem mais belo, posso garantir. enfim, foi uma grata surpresa de Natal descobrir tantos detalhes, redescobrir minha mãe.

me orgulho até demais de ser minimamente parecida com o jeito de ser dela porque isso não é o meu natural. eu não nasci com o dom de saber com qual talher isso combina ou como o guardanapo deve estar disposto a mesa; eu me esforço pra ser assim na verdade. me esforço porque eu achava (e ainda acho) lindo isso na minha mãe e quero um dia que meus filhos tenham essa admiração por mim e pela avó deles. eles não vão poder conhecer a avó pessoalmente mas vão ouvir todos os dias, antes de dormir, lindas histórias sobre a mulher da minha vida: a minha mãe a quem devo tudo e mais um pouco.

para minha mãe o jeito mulher-mulherzinha de ser era assim, divinamente único. quando eu digo mulherzinha-mulherzinha é praticamente batendo palmas para nós MULHERES que é claro já em algum dia de nossas vidas já apertou o pé no sapato para caber, a barriga para emagrecer ou um ursinho para não enlouquecer e mesmo assim, mesmo com todos os problemas da vida, continuamos lindamente mulheres.

uma imagem (ou melhor, algumas imagens) valem mais que mil palavras.
a saga da Árvore de Natal em dois prints:





dias regados a muita mordomia me fazem perder o senso de realidade. imagine o que uma semana então pode fazer?! eu fico totalmente sem rumo, sem saber por onde voltar ao normal. com vcs acontece o mesmo?

tudo começou na terça-feira com a viagem a caruaru... eu pensei que ia parar por ai, afinal não tínhamos programado NADA e não estamos ganhando mais dinheiro do que o previsto esse mês - fora a restituição do IR que finalmente foi liberada - continua tudo igual, menos o modo operante de vida. enfim, por conta da reforma (video abaixo)...

a casa estava, como vcs podem ver, inabtável em alguns pontos. e o que restou a mim e a charles em dois dias (quinta e sexta) foi ir para um hotel, até porque o nosso quarto estava sendo o mais prejudicado nesses dias. gente, o hotel nem era assim um hotel sabe?! mas foram dois dias sem poeira, sem pedreiro, sem tinta melando móveis, sem cheiro de querosene, foram dias regados a comidinhas gostosinhas e maravilhosas, prontas a cada ligação (foto ao lado) lençois passadinhos, nada de martelada na cabeça, nem barulho de esmilhiradeira. enfim, foi um sonho, especialmente pela banheira 'mara' que a nossa suíte tinha, pra mim foi praticamente o melhor da festa! quando voltamos para casa as coisas já estavam bem melhores e eu beeem mais calma.

no sábado pela manhã, bem cedinho, buscamos minha prima-irmã e a afilhada para leva-lás a praia. foi primeiro banho de mar de aline e ficamos naquela dúvida se ela ia gostar da areia, se iria gostar do vento da brisa, se não iria ter medo das ondas, mas foi tudo tão perfeito que parecia que a menina tinha nascido no mar. ela ficou encantada e do alto dos seus oito meses de idade curtiu duas horinhas no mar, no horário permitido a bebês, na maior felicidade. depois de um mergulhinho, tomou banho de água doce e deu até um cochilinho. foi muito gostoso como podem ver e a praia em si estava perfeita. amo a praia de maria farinha, ela é sempre paradisíaca, com a presença das pessoas que amamos então, fica inesquecível como podem comprovar. eu nunca tinha tirado fotos tão lindas como essas que tirei lá no sábado. aline não dá o menor trabalho pra nada e foi tudo muito intenso. eu tinha com certeza ao meu lado as pessoas que mais amo na vida: meu pai, charles, nayara, aline... enfim, a família!

há cada dia que passa eu só tenho mais certeza que aline é um presente feito especialmente de Deus para todos nós. desde que ela chegou tudo é paz, felicidade e alegria em excesso. e depois dela, mais do que nunca nos deparamos a Ele e agradecemos por tudo! todos os momentos ficaram mais especiais depois da chegada dela, nosso pequeno sol.

Salmos 22:27
"Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao SENHOR;
e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face."

ah, e como eu completei um ano de gastroplastia e não tinha tirado uma foto se quer para postar aqui, 'aluguei' minha irmã e ela tirou algumas muito linda. a menina leva jeito... adoro as fotos que ela tira e praticamente é a única pessoa para qual eu gosto e me sinto a vontade para posar. então, deixo as últimas fotos com vcs, logo abaixo, contando ainda que hoje o dia foi aqui em casa mesmo. fizemos um churrasco bem gostoso. eu fiz arroz, vinagrete, farofinha e charles tomou conta das carnes e bebida. foi maravilhoso também. só que quanto mais perfeito pior é a segunda-feira, ao menos no meu caso... humpft! bem, vou lá abraçar meu broto e dormir que já passam das 23hrs do domingo. boa semana para todos. felicidade pode entrar!!!


ah, e as pessoas me perguntam se eu já fiz plástica, se vou fazer. a resposta até o momento tem sido 'não', para as duas perguntas. por enquanto não penso muito sobre o assunto, até porque não vejo tanta necessidade. pra mim está bom do jeito que tá. então, para quê mecher em time que esta ganhando?!

os dias aqui tem passado em um ritmo louco, que eu me lembre, da última vez que pensei o tempo em si foi na última segunda-feira, quando me vi indo a consulta de revisão de 1 ano de gastroplastia. nossa, um ano...

os dias são longos, mas os anos são curtos!

da segunda-feira para hoje (quinta) já aconteceu tanta coisa que fico tonta. mas eu prefiro a vida assim passando rápido e sendo vivida mais rapidamente ainda. ninguém sabe como vai ser o mundo amanhã; eu não sei como estarei amanhã, aonde estarei e por aí vai, dai sigo vivendo.

na segunda, como falei, tive consulta com dr. pedro. sobre minha linfocitose foi apenas uma virose normal e passageira que pra ser sincera só percebi pela febre e nada mais, lembram que até viajar pro casamento do meu primo eu viajei?! quanto a fixação de ferro baixa ele disse que apesar a avidez por ferro estar baixa a taxa de ferro no meu sangue estava boa, então tá ótimo, não é?! fora isso ele passou a minha primeira injeção de reforço de vitamina B12, mesmo a minha taxa ainda não estando abaixo do normal, é apenas um reforço mesmo. já comprei o medicamento e hoje levo na consulta com dr. roberto magalhães - meu hapatologista - e peço para ele aplicar. no mais, tudo tranquilo! ah, e dr. pedro passou também fibras para o meu intestino trabalhar melhor e pronto.

sai do consultório do médico por volta das 6hrs da noite, passei em casa, jantei e fomos eu, papai e charles assistir 2012. a sessão só iria começar as 08hrs30 dai ficamos passeando no shopping. vimos o shopping todo e mesmo assim ainda faltava 1hr pro filme começar. fomos comer, é claro. eu escolhi comer na mutti minhas sobremesas favoritas "cherrie-cherie" e "surpresa de morango", papai foi de "quindim" e charles de subway, um de 15.

dai o filme começou, sala de cinema lotada e digam o que quiserem sobre esse filme, mas ele conseguiu me prender do início ao fim e ainda me deixou tão 'fissurada' que a minha vontade era sorver todo o mundo de uma vez só. e não fui a única, charles de pronto me chamou para viajar e eu topei - acho que estamos bem no clima que se o mundo acabasse nós ao menos o teríamos curtido a beça -. ou seja, de uma ida ao cinema na segunda a noite só voltei pra casa na terça a noite. papai não quis ir conosco então fomos só eu e charles para caruaru no clima mais romântico que se pode ter.

pegamos passagens para as 09hrs da terça só, mas mesmo assim não voltamos para casa, nota-se pela minha rouba. mas ok, noite bem dormida num hotel, lavei a blusa na banheira, comprei novas lingeries, lavei todas, sequei no secador do hotel e tudo resolvido. simples assim! acordamos bem cedinho na terça, tomamos café da manhã e seguimos viagem. chegamos em caruaru por volta das das 11hrs da manhã. almoçamos num shopping perto da feira e caímos nas compras!


já dizia o bom Luíz Gonzaga:

A Feira de Caruaru, faz gosto a gente vê. De tudo que há no mundo, nela tem pra vendê, na feira de Caruaru.

Tem massa de mandioca, batata assada, tem ovo cru, banana, laranja, manga, batata, doce, queijo e caju, cenoura, jabuticaba, guiné, galinha, pato e peru, tem bode, carneiro, porco, se duvidá...
inté cururu.

(...)

Tem louiça, tem ferro véio, sorvete de raspa que faz jaú, gelada, cardo de cana, fruta de paima e mandacaru. Bunecos de Vitalino, que são cunhecidos inté no Sul, de tudo que há no mundo, tem na Feira de Caruaru.


e de tudo tem mesmo! eu trouxe doces, muitos doces, sandalinhas de couro, saída de praia rendada, biquíni, colher de pau que sempre tem que ter na cozinha daqui de casa, especialmente para os dias de TPM (haha), um banquinho de madeira novo para a cozinha, ele é bem artesanal e tem a madeira toda trabalhada, lindo! uma sandália de couro pra minha afilhada. duas blusinhas pra mim. camisas pra charles, percatas de couro pra charles e pro meu pai e enfim voltamos. acho que foi isso. foi tudo bem lindo, inesperado e bem legal.


na quarta eu resolvi um monte de coisa por aqui e hoje eu e charles completamos 5 anos de amor. parece que foi ontem, muito bom! ainda não sei o que vamos fazer pra comemorar, ou se vamos fazer algo hoje mesmo, acredito que não porque eu preciso trabalhar. no fim de semana estamos programando ir a praia de maria farinha e ai sim vou me esbaldar com biquíni novo e tudo mais. e vcs, como estão? estou devendo visitinhas a todas né?! eu bem sei porque tenho sentido falta de cada uma de vcs. espero que estejam todas bem. um beijo bem grande e fiquem com Deus. amor, bí.

das coisas que nos entorpecem na madrugada.

sabe quando você acorda, do nada, no meio da noite e começa a pensar em tudo? os pensamentos começam a vir como ondas, ondas cheias, bravas e salgadas. tudo parece vir em blocos, de bolo, e incrivelmente diferente ao mesmo tempo que estão intimamente juntas. como, por exemplo, o fato de eu querer me alimentar melhor, parar de tomar de refrigerante pode coexistir com uma tese sobre homens e mulheres, sobre relacionamento? não sei, mas ambos vieram na mesma onda.

olhando atentamente para as gotículas salgadas do todo eu me vejo, consigo ver charles. reavalio meu passado e tento traçar um futuro prazeroso, descomplicado e feliz em todos os pequenos minutos. para o futuro essas coisas são o que mais desejo. desejo ser menos estressada, não ter tanto compromissos régios, fixos o marcados. mas, em contra partida, desejo poder dormir e acordar na mesma hora; desejo viver cedo.

viver tudo antes, sorver todas as prévias, degustar todos os meus ‘primeiras vezes’ e que me sejam dadas muitas virgindades ainda. porque eu gosto da rotina, mas que nesta rotina existam surpresas, seja uma flor deixada no travesseiro vazio de charles – ele sempre fica assim há cada nova manhã de trabalho – ou numa gravidez inesperada.

isso é tudo o que a onda deve sempre trazer: felicidades.

mas a onda sempre volta também. ela volta pro mar como as estações de ano sempre voltam, com rebeldia, meio vingativa, rancorosa e rápida. sem tanta força, mas traiçoeira ao ponto de poder te levar, sem esperar. essa parte eu posso concluir que são os problemas, os obstáculos que a vida tem. eu os aceito bem, eles desafiadores e eu gosto disso! gosto de metas a seguir, como batalhas. contanto que a mesmas não se tornem cruzadas seculares e topo de bom grado. elas – as lutas cotidianas – fazem o sono ser mais relaxante, a cama ser mais valorizada. e é exatamente disso que eu gosto, esse é o meu ponto favorito da vida: a bonança pós tempestade.

a maré baixa pós ressaca.

os louros de uma vitória. – o sono merecido depois do trabalho suado e bem feito.

a calmaria.

mas não uma calmaria qualquer, gosto da calmaria depois um parto normal, da sensação de olhar a cria miúda e sua depois de horas de dor e força descomunal. a calmaria da madrugada depois que você acorda de um pesadelo tão brutal que agradece baixinho pela vida, pela sua vida. ela agora te parece tão perfeita quanto à vida das insossas princesas de conto de fadas.

não me entendam mal, não digo ‘insossa’ com inveja ou algo do tipo. mas é que parar ser um conto de fadas, primeiramente precisa ser conto, não é mesmo? precisa ser uma mentira, afinal qual mulher não tem vontade de matar seu príncipe em dias de TPM? as princesas nunca têm! elas são felizes para sempre e pronto.

isso é chato, ao menos pra mim.

eu quero sim ser feliz para sempre, mas quero também uma dor de cabeça regada a analgésicos, um problema para que eu possa maquinar a solução, quero algumas gripes que possam ser curadas com beijinhos, denguinhos e, é claro, um benegrip. quero o desafio de uma maré cheia todos os dias da minha vida, brindados com uma brisa tranqüila de marola todas as noites, para que eu possa dormir em paz, imaginando que não poderia ser mais feliz, como agora.

quero ser sempre assim, salgada. mas, com um gole de água doce ao final!

esquevi isso hoje de madrugada, quando acordei por volta da 1hrs da manhã. ah, e sem contar que hoje eu completo 1 ano de gstroplastia. os louros e as trevas da nova vida vcs puderam acompanhar bem de pertinho e a minha conclusão depois disso tudo é que valeu a pena demais até.

Festa da Vitória Régia e etc & tal.

dai tá, eu faço os exames - rotina de um ano de gastroplastia - e tals, sai o resultado e lá diz que estou com anemia e e com linfocitose. eu já estava ruinzinha de comer antes, juntou com a linfocitose e a anemia quebrou tudo de vez.

meu apetite (agora, depois da gastroplastia) é muito caprichoso - eu só abro a boca pro trem se o trem for muito booom mesmo - o resultado é que charles e papai tem comprado todos os dias comidas diferentes, gostosas e fortes pra eu fazer e comer, é claro! coisas do tipo caldeirada de frutos do mar, moqueca de lagosta e camarão (postarei a receita dessa em breve), carne de bode - essa eu destesto -, feijão de todos os tipos, caranguejo - não que esse tenha alguma coisa com aniemia mesmo, mas é que eu amo mesmo caranguejo - e por aí vai... e a conclusão disso tudo é... é... 2kg ON!!!

da pra acreditar?! estou com 64kg. todavia não está ruim não, fiquei bem, inclusive com mais ânimo, força e coxa - charles agradece essa parte -, realmente essa comida nordestina é de levantar até defunto, mas só em ver o peso aumentando sinto calafrios. ai agora o dilema é: continuo me esforçando para a minha taxa de ferro subir - o mínimo permitido é a fixação de 20%, a minha está em 11% - ou eu aceito a anemia e continuo magérrima. (hahaha!) brincadeira né?! sempre quis passar no buraco da agulha, mas a custo de anemia não, né?! se bem que, parece que esses dois quilos caíram direitinho foi na minha barriga, désolé! é pra eu deixar de ser safada e malhar, finalmente. até charles já tá fazendo cooper e ele só tem dois meses de operado. primeiro foi a gripe suína, depois charles operou, e lá venho a monografia pra completar tudo, mais tarde eu quebrei meu dedão do pé, entretanto agora não tem mais pra onde correr, né?! alias, tem, tem que ir é correr no parque da jaqueira mesmo, que é coladinho com a minha casa e tem uma pista de caminhada divina.

mas eu já comecei e fiz minhas mudanças e não foram poucas. antes eu acordava sempre depois no meio dia. hoje em dia as 07h30 já estou fora da cama, isso se eu não tiver trabalho, porque se tiver trampo pulo da cama as 5hrs mesmo. frutas eu como de todo os tipos, todos os dias! verduras e legumes idem... ah paciência também, né?! não se pode ter tudo ao mesmo tempo e nem vou pirar por isso, ao menos não agora. contudo deixa eu ganhar mais um deixa...

bom, mas e aí, o que vcs fizeram com o FDS de vcs?! o meu foi produtivo pacas. dei uma bela de uma avançada com minha monografia, todavia sabe como é monografia né?! vc envia ela pro seu orientador e se tiver sorte os "agradecimentos" vem sem riscos, mas se brincar vem riscos de correções até neles. enfim, posso colocar aqui, de primeira mão, o que eu escrevi pra charles?! ah, que bom que posso... então lá vai:
'Ao melhor noivo que alguém pode ter com o qual passei por vários momentos,
obstáculos, situações difíceis, mas também felizes. É com grande emoção que
agradeço ao meu Charles que sempre me incentivou e se dedicou a mim com amor e carinho. A ele que sempre esteve presente em minha vida, apesar da distância;
que sempre me deu coragem e pelos simples gestos de amizade que ele me
proporcionou e proporciona, acima de tudo. Receba meu amor o meu “muito obrigado" por tudo, repleto de amor e carinho. “Lute, não desista de seus sonhos. Foi pensando assim que cheguei aqui.”'

e é porquê vcs ainda não viram o que escrevi para os meus pais - sendo minha mãe in memoriam, ela faleceu há dez anos, mas nem por isso foi esquecida, não é? pelos contrário... - bem, e aquilo, que escrevi pra eles ficou sim emocionante em todos os sentidos. mas então, a monografia ocupou todo o meu sábado e hoje, domingo, eu tirei o dia pra mim. charles queria ir ver minha sogra e eu queria ir pra festa da vitória régia (foto ao lado) com minha família - por parte de mãe - e decidimos que cada um ia sair para aonde quisesse e a noite seria nossa, combinadíssimo, claro!

a festa da vitória régia chegou a sua 31ª edição e tem hoje como seu último dia. as 09hrs da manhã a praça já estava fervendo, mas aline - minha afilhada - aproveitou um bocado. vejam o vídeo que fiz dela hoje lá:




ps.: e ao contrário do que possa vir a dar a enteder no vídeo, não eu NÃO levanto a aline com um braço só! eu juntei dois vídeos diferentes usando o recurso 'fade' do windows movie maker dai ficou faltando a parte em que eu a seguro com os dois braços e suspendo no ar, dando a entender que eu a segurei com um braço apenas e levantei, mas é que apenas faltou a sequência mesmo, ok?!

e no geral foi tudo tranquilo, fora eu ter passado sem nem olhar pros lados pelas barraquinhas de artesanto e cia. pra não gastar mais dinheiro, tudo tranquilo! é que uma amiga minha tinha ficado de vir aqui em casa hoje a tarde pra mostrar umas roupas e cremes da victoria´s secret. concluam, por fim, que meu 'dindim' já estava mais que comprometido. gente, eu comprei um vestidinho, uma blusa e um victoria's secret coconut sugar. mais tarde vou tomar um banho de beleza e passar o coconut sugar no corpo, vou ficar literalmente comestível (haha) só espero que charles não tenha dumping* comigo (huhu)! no mais, tudo mais que tranquilo, por enquanto, afinal a noite é nossa, como tinha comentado antes.
_____________________
(*) síndrome de dumping é uma resposta fisiológica a alimentos hiper glicosados ou lipemicos. ok, se vc não entendeu o que é "síndrome de dumping" tudo bem, vc provavelmente apenas não fez gastroplastia ou não convive com alguém que fez. vc é um ser quase normal!

ah, esqueci de contar que charles me deu um chip da tim com o tim liberty, posso ligar pra todo mundo do brasilzão agora por tempo indeterminado... bom, né?! vc tem tim?! se tiver e passe o seu número que eu ligo pra vc, e olhe que ligo mesmo!

mas então, deixo vcs com mais algumas fotos da festa da vitória régia, aonde eu também me recadastrei no redome. eu já tinha feito um cadastro com exame de sangue e tudo mais, entretanto acho que esse cadastro se perdeu, porque nunca recebi a confirmação do mesmo. como hoje tinha lá um stand deles lá no rotary club aproveitei e fiz. minha prima-irmã também fez e saímos de lá felizes da vida. tomara que eu possa ajudar alguém, tomara!





se a festa é da vitória régia eu preciso mostrar uma vitória régia não é mesmo!?


cadastre-se no REDOME, salve uma vida em vida!

________________________________________________________


URGENTE: nossa deixa eu dizer que literalmente fui as lágrimas agora com o post da garota enxaqueca agora. tudo bem que ela postou exatamente da mesma forma que eu escrevi, mas sei lá, a forma com que ela me descreveu e que ela fez e postou o layout de fotos de "antes & depois" ficou simplesmente perfeito e eu me emocionei demais, mesmo não me emocionando muito facilmente quando o assunto é gastroplastia. enfim, olha aqui ficou muito bom!

Casamento no Estilo Matuto Nordestino

e como foi planejado, no domingo de manhã bem cedo quase de madrugada saímos de casa rumo a ribeirão para o casamento do meu primo favorito. alício é meu primo favorito primeiramente porque ele sempre foi o que me tratou melhor em todas as épocas da minha vida. entenda que eu sou a caçula de todos os primos e entenda ainda mais que eu sou a única menina da turma, então, subentende-se que eu sofri um bocado nas mãos do meu irmão e dos outros primos, menos na de alício, que sempre foi um conforto certo para todas as horas.

é bem verdade que por ele ter sido sempre maravilhoso comigo aos 10-11 anos nutri por ele uma paixão platônica (haha), ele era sempre tão bom comigo. o cara perfeito! mas então, eu com 12 anos por aí, ele já tinha mais de 18 e já cursava a federal. uma 'pequena' diferença de idade, mas que ele sempre levou numa boa. eu era/sou fã dele... então o tempo passou e nós crescemos! alício foi morar no canadá, depois voltou ao brasil, mas sempre morando longe. a última vez que o tinha visto foi em fevereiro desse ano, acredito, quando ele veio de férias e logo em seguida mudou-se pra minas. lá ele conheceu amanda, se apaixonaram e ontem foi o lindo casamento deles.



- da esquerda para a direita: 1. minha primeira fotografia depois de pronta, um pouco pálida, mas depois fiquei mais corada; 2. a minha malinha para um dia; 3. a igreja toda pronta pro casamento.

amanda é filha de um fazendeiro e por mais incrível que pareça também é daqui de pernambuco. ela estava fazendo doutorado em minas gerais quando conheceu meu primo... coisa de destino mesmo, né? eu só a conheci pessoalmente ontem, mas sabe quando vc olha para uma pessoa e gosta dela de cara?! foi assim. a alegria dela é patente. e olhe que na mesma situação que ela eu não conseguiria sorrir tanto. não pelo casamento, é claro, mas sim por dois grandes motivos: primeiro o pai dela não pode participar da cerimônia pois foi hospitalizado de emergência; e segundo, o melhor amigo do meu primo, que seria padrinho deles de casamento, faleceu há menos de um mês de acidente automobilístico lá em minas. uma carreta acertou o carro que ele conduzia. enfim, uma barra em cima de outra.

teve um momento no casamento que o padre falou sobre esse caso e meu primo chorou copiosamente. perder um melhor amigo é como perder os dois braços, disse ele, ainda mais vendo-o partir tão cedo, tão inocentemente. doeu na alma essa hora, mas tudo continuou...

amanda e alício queriam o casamento no estilo matuto nordestino, então nada mais justo do que casar numa fazenda em plena luz do dia. a noiva estava tão linda, mas tão linda! eu me encantei pelo vestido dela. agora estava muito quente, quente de verdade. eu que estava de vestidinho 'tomara que caia' me vi em alguns momentos com gostinhas de suor na nuca. o noivo, coitado, que não podia tirar o paletó chegou a passar mal. teve um momento lá que me deram o paletó dele para eu segurar e eu senti que o tecido estava totalmente encharcado de suor, de fazer qualquer um cair estatelado no chão. coitado... mas foi tudo lindo demais apesar dos pesares.



1. euzinha, pouco antes de sair de casa; 2. na estrada andando por lugares aonde nunca estive; 3. minha tia ivanilde - irmã caçula do meu pai - e o noivo, meu adorado primo que é filho dela; 4. meu pai, ao lado de suas duas irmãs e o noivo.

a cerimônia estava marcada para as 11hrs e as as 12hrs mais ou menos nós já estávamos na festa mesmo. ao invez de salgadinhos tivemos buffet de feijoada, saladas, maioneses e é claro, churrascada das boas.



1. casamento em fazenda tem dessas coisas como ornamentação natural; 2. papai e seu 'pequeno' filhote; 3. a daminha de honra, linda de viver! 4. os noivos trocando as alianças.

lá aonde fizeram a recepção o clima era bem mais agradável, porque ficava no topo da fazenda, em cima de uma colina. o vento soprava meus cabelos com carinho e eu achei que não poderia estar em lugar melhor. aos poucos todos foram chegando, as bebidas eram servidas e uma banda tocava as melhores baladas do momento.






1. eu e minha tia linda; 2. charles e eu - já dá pra notar que ele perdeu peso, já se foram quase 30kg OFF em dois meses de operado; 3. eu e meu amor de novo; 4. a igreja lotada.

charles, que agora já pode comer de tudo foi de saladinha e picanha, eu ainda não estou muito bem pra comida. não comi nem 100grs acredito eu, não entrava comida mesmo, já refrigerante gelado e água desceu redondo até que eu comecei a me sentir enjoada e nem bebiba ou docinhos entraram mais. é fato, eu não estava bem na semana passada, hoje eu já acordei melhor, mas na semana passada tive febre da terça-feira até o sábado. no sábado (um dia antes da viagem) eu fiz exatamente 26 exames de sangue - todos por conta da revisão da cirurgia, vou completar um ano de operada no próximo mês -, mas os exames vieram muito a calhar porque ao menos eu já sei o que tive: estou com linfocitose, apesar de ser bióloga e entender o que tem no exame, vou esperar dr. pedro ver e dizer suas conclusões finais sobre o assunto.



1-2-3. o casamento foi no estilo matuto, como os noivos queriam, e os doces foram deliciosamente matutos! 4. recepção; 5. topo do bolo exaltando pernambuco, tão lindo os noivos da rede.

mas, voltando a falar do casamento, como podem ver, foi tudo realmente muito bonito, simples e elegante. adorei o estilo do casório apesar de saber que não quero o mesmo pro meu. não sei como a noiva conseguiu se manter elegante por tanto tempo, nem suar ela suava. casamento diurno tem um fato muito forte: calor. que no meu caso é crucial!



1. o bolo; 2. a churrascada; 3. a noiva amassando uma das novas priminhas; 4. a volta pra casa.

mas enfim, foi tudo muito lindo e a viagem foi extremamente agradável, apesar de rápida. nós saímos de lá sem ver o bolo ser partido ou o bouquet ser jogado, tudo por causa da hora programada de votlar pra casa, mas valeu a pena demais. desejo toda a felicidade do mundo aos noivos, assim como desejo a minha.

Oração dos Noivos:
Senhor, Vós que nos escolhestes para a fundação de um lar cristão, fazei que nos preparemos bem para receber-Vos dignamente no Sacramento do Matrimônio. Ajudai-nos a compreender a nossa grande vocação. Ajudai-nos no esforço de nos conhecermos um ao outro e de corrigirmos nossos defeitos para sermos mais felizes. Ajudai-nos a preparar juntos um lar sólido, acolhedor, onde todos encontrem amor e paz. Ajudai-nos a cumprir a Vossa vontade, a aceitar igualmente as alegrias e as durezas da nossa vida. Guardai as nossas promessas até que Vossa bênção nos dê um ao outro para sempre. Amém!
e foi assim que tudo aconteceu! para ver as fotos em tamanho (bem) maior basta clicar nelas. agora eu vou dar uma bela de uma dormidinha porque eu mereço repôr minhas energias. um beijo enorme, bí.

e amanhã é dia de acordar beeem cedinho e seguir pra ribeirão. o casamento do meu primo - por parte de pai - vai ser lá. vamos eu, papai e charles. chamei nayara pra ir com aline - minha afilhada -, mas a viagem é demorada e ela declinou o convite. uma pena, porquê amo de paixão a companhia da minha prima/irmã em qualquer situação. eu ainda nem penso muito em filhos, mas com certeza quando meu dia de mãe chegar quem vai ficar comigo na sala de parto é ela.

mas enfim, o casamento vai ser em uma fazenda e foi praticamente um dilema escolher o vestido. olhei por todo shopping plaza e por fim escolhi um da d´óxido bem lindinho mas de preço meio salgado, mas ok, trouxe. a sandália eu já tinha, assim como a bolsa e o resto é fácil de resolver. hoje eu fui no salão de beleza pra fazer os cabelos, unhas e cia. hoje pela manhã eu acordei bem cedo pra fazer exames de sangue - revisão de um ano da gastroplastia - e aproveitei pra dar uma passada no carrefour. comprei um novo pó e um rimel da maybelline. pena que eu não achei o rímel que estava querendo mesmo, que é o colossal, ainda não achei o bendito aqui em recife, mas um dia ele vai me pertencer, ah se vai... por hora já escolhi até a maquiagem que vou fazer, como o casamento é diurno não posso exagerar em tons muito escuros e decidi optar por rosas a violeta. na segunda quando eu estiver de volta mostro como ficou tudo. eu não posso esquecer de jeito nenhum é de carregar as pilhas do meu curvex térmico, ele faz verdadeiros milagres e como amanhã vamos sair ainda nem amanhecer é melhor resolver tudinho hoje mesmo.

pena que essa semana eu não esteja me sentindo tão bem. primeiro, minha menstruação que era pra vir dia 08/11 já deu as caras, mas graças a Deus e ao 'gamaline v' estou praticamente nem cólicas, mas o que tem me deixado derrubada é que na última quarta-feira eu fiz uma cirurgia em um dente molar e desde esse dia que venho tendo febre. ontem eu tive de 38,5ºC. não posso garantir com certeza que a febre é por causa da cirurgia porque eu antes dela já vinha tendo em dias intercalados, mas não seguidos, como agora. só sei que é a treva ficar tomando dalsy 600mg de 12 em 12hrs. mas como hoje eu fiz exatamente 26 exames de sangue, foram exatos oito tubos de ensaio, incluindo um hemograma completo, logo saberei se estou com infeccção bacteriana ou virose e afins. no mais não é uma febre que vai me derrubar. e vamos que vamos arrumar a malinha, tomar banho e dormir uma horas porque descansar faz bem e eu gosto!

ah, deixa eu só mostrar umas fotos da festinha que rolou ontem (sim, foi outra festinha) lá no trabalho. a comilança rolou solta, mas não de minha parte. comi um brigadeiro e um bem-casado apenas com um copo de fanta, feliz da vida! eu não tenho feito dieta, mas esses dias a comida, seja ela qual for, não tem entrado bem, dai prefiro sucos, água bem gelada e líquidos em geral. o calor está acima de 30ºC aqui em recife e eu nunca consigo comer bem quando o clima está assim. uma pena, porque não quero mais emagrecer nem um grama. tá bom demais já!



ah, quero mandar um beijo beeem grandão pra carmine, que me mandou selinho (posto nos próximos post, ok?) e todas as lindas que comentaram na postagem anterior. mega saudades de cada uma de vcs, amo demais. beijos, com amor, bi.
________

PS¹.: rapidinho, só pra tirar uma dúvida, vcs já ouviram a música tema da nova novela das seis da Globo, a "Cama de Gato"?! já repararam direitinho a letra da música?! sinceramente eu fiquei muito assombrada com a letra de "pelo avesso", de titãs. na novela passada já tinha a história do 'coisa ruim' dentro de uma garrafa - deteestava aquilo - e agora essa música?! só pra ficar claro olha aqui um treixinho dela, o que te parece?!

"vamos deixar que entrem que invadam o seu lar, pedir que quebrem que acabem com seu bem-estar. vamos pedir que quebrem o que eu construi pra mim, que joguem lixo, que destruam o meu jardim.

eu quero o mesmo inferno, a mesma cela de prisão - a falta de futuro, eu quero a mesma humilhação - a falta de futuro."

PS².: creeeeedo meu Deus do céu, são 20hrs24min e charles acabou de lembrar que não comprou o sapato para ele ir pro casamento, lá vamos nós pro plaza agorinha... désolé!

Marshmellow Caseiro para uma Festa no Trabalho!

então perai! deixa eu contar aqui o que está acontecendo...

eu dei um tempo no fotolog por pura falta de tempo mesmo em mantê-lo atualizado, mas meus amigos acharam que tinha acontecido alguma coisa comigo e tals. na verdade acontecer aconteceu, mas graças Deus só aconteceram coisas boas e o meu motivo de estar mais afastada da internet é porque estou sem tempo mesmo! comecei a trabalhar tem uma semana e tem sido puxado. acordo todos os dias as 5hrs da manhã e as 7hrs já estou no trabalho. chego em casa todos os dias por volta das 14hrs para almoçar e dependendo do dia ou eu vou parar o dentista - embarquei em um tratamento dentário por causa do meu bruxismo e meu casamento que se aproxima, quero estar com os dentes perfeitos - e quando não vou ao dr. fábio eu normalmente fico escrevendo em minhas pesquisas no ramo da biologia, afinal é essa a minha formação. por fim, quando dá umas 18hrs eu já estou tomada banho, de pijamas e pronta pra ir dormir.

engraçado que eu achei que ia sofrer hor-ro-res por acordar cedo e dormir cedo, mas eu estou amando. hoje mesmo é domingo, meu único dia de folga da empresa e levantei da cama às 7hrs da manhã, o que seria um pecado em outros tempos. mas enfim, estou adorando o trabalho como nunca pensei que iria gostar. estou ansiosa para ir amanhã e rever meus novos 25 amigos. uma dúvida que me acompanha é que se em todos os lugares que eu frequento as pessoas são felizes, amigas e animadas ou se sou eu que levo esse clima pra lá. o pessoal da empresa já me elegeu como represente de turma e coisas assim, fora que vivo escutando as pessoas dizendo: "nossa fabíola é uma figura!". ou, e isso sempre acontece, se eu conto um caso, um fato ou história pra um grupo eu sempre tenho que repetir pra outro porque a noticia se espalha e todo mundo quer rir comigo. tem gente que escuta duas vezes e mesmo assim consegue rir ao final... vai saber, né?

outra coisa interessante é que com 1 semana de trabalho já rolou festinha entre a gente. e sim, somos todos novatos, mas já estamos tão unidos que parece que somos amigos de infância. pra festinha de ontem eu levei um bolo de chocolate com cobertura de creme de chocolate e uma camada extra (deliciosa) de marshmellow - foto ao lado -, ficou um espetáculo. o marshmellow que fiz é caseiro e bem fácil, anota aí:

2 xícaras de açúcar
2 xícaras de água
1 pote de mel karo

deixei no fogo até dar ponto de fio grosso sem mexer. depois bati 5 claras em neve, e joguei a mistura do mel, aos poucos batendo na batedeira em velocidade máxima e... pronto! delicia em tamanho família! fora que dá um efeito estético no bolo lindo.

ah, e sobre a minha briga com charles nós já estamos bem. tivemos até outra depois daquela mas foi bom porque tudo ficou em pratos limpos de fato e o broto agora está um santo! mas enfim, é isso. eu estou com saudades de todos maaas tenho que priorizar a minha vida nesse momento, batalhar por meus sonhos, porque só se consegue ser feliz assim, avançando cada dia mais. fiquem todas com Deus.




deixo com vcs mais umas fotos da turma lá do meu trabalho.
ah, e eu contei lá no trabalho que tinha feito gastroplastia e o povo me olhou abismado "como assim, não consigo imaginar vc gorda". eu espero que ele só precisem imaginar que nunca me vejam engordar. tudo só depende de mim e até agora tem dado mais que certo!

é sábado de manhã - ele chegou ontem por volta as 20hrs -, desde ontem, desde a última ligação não nos falamos mais que duas palavras. ele já me chamou de "meu amor" ao chegar ontem e hoje ao desejar bom dia, mas foi só também. minha raiva ainda pulsa em todas as minhas veias - e tenho muitas. é típico dele tentar terminar uma briga com um tom de voz fingidamente normal ou com barganhas. mas não essa, não essa... não entendeu? leia o post anterior, tá?! por hora deixo algo que me fez rir timidamente, mas fez.

ASSALTANTE BAIANO
Ô meu rei... ( pausa )
Isso é um assalto... ( longa pausa )
Levanta os braços, mas não se avexe não..( outra pausa )
Se num quiser nem precisa levantar, pra num ficar cansado ..
Vai passando a grana, bem devagarinho ( pausa pra pausa )
Num repara se o berro está sem bala, mas é pra não ficar muito pesado.
Não esquenta, meu irmãozinho, ( pausa )
Vou deixar teus documentos na encruzilhada .

ASSALTANTE MINEIRO
Ô sô, prestenção
issé um assarto, uai.
Levantus braço e fica ketin quié mió procê.
Esse trem na minha mão tá chein de bala...
Mió passá logo os trocados que eu num tô bão hoje.
Vai andando, uai ! Tá esperando o quê, sô?!

ASSALTANTE CARIOCA
Aí, perdeu, mermão
Seguiiiinnte, bicho
Tu te fu. Isso é um assalto .
Passa a grana e levanta os braços rapá .
Não fica de caô que eu te passo o cerol....
Vai andando e se olhar pra tras vira presunto

ASSALTANTE PAULISTA
Pô, meu ..
Isso é um assalto, meu
Alevanta os braços, meu .
Passa a grana logo, meu
Mais rápido, meu, que eu ainda preciso pegar a bilheteria aberta pra
comprar o ingresso do jogo do Corintian, meu . Pô, se manda, meu

ASSALTANTE GAÚCHO
O gurí, ficas atento
Báh, isso é um assalto
Levanta os braços e te aquieta, tchê !
Não tentes nada e cuidado que esse facão corta uma barbaridade, tchê.
Passa as pilas prá cá ! E te manda a la cria, senão o quarenta e quatro fala.

ASSALTANTE CEARENSE
Mãos pra riba
Não se bula
Se fizer pantim
Vira arupemba*
(*)Tradução - Arupemba: peneira grande de palha

ASSALTANTE DE BRASILIA
Querido povo brasileiro, estou aqui no horário nobre da TV para dizer que no final do mês, aumentaremos as seguintes tarifas: Energia, Água, Esgoto, Gás, Passagem de ônibus, Imposto de renda, Lincenciamento de veículos, Seguro Obrigatório, Gasolina, Álcool, IPTU, IPVA, IPI, ICMS, PIS, COFINS...

11 meses de operada, 45kg OFF

peguei aquela briga agora há pouco com charles pelo telefone. eu sou uma mulher pouco ciumenta - a não ser em caso extremos -, mas no geral, charles pode sair com os amigos dele a hora que quiser, ainda mais se eles são amigos de longe. tem uns quinze dias que charles tem saido com uns amigos dele de rio branco (acre) que vieram passar uns dias aqui em recife. um dia foi pra curtir os amigos e ele passou o dia todo, ok. outro dia foi pra pegar a mala dele - os amigos deles trouxeram umas coisas pra ele - e ele chegou as 20hrs da noite. no fim de semana foram para sé em olinda, nem sei que horas chegou porque eu dormi antes. fora os outros dias que ele vai pra casa da minha sogra e volta todo bronzeado, eu não estou indo por causa do dedo do pé quebrado ... mas hoje? ah, hoje foi diferente! o menino saiu de casa antes das sete da manhã, acredito eu, nem vi a hora, ainda estava dormindo. ele me deu beijinho, disse que iria buscar o amigo no aeroporto e que no fim da tarde voltava - eu me lembro perfeitamente dessa parte.

por fim, nem no celular eu ligo pra ele, a não ser em casos extremos. pela manhã ele mesmo me ligou, foi logo dizendo que tinha comprado caranguejo pra mim - senti que ele estava fazendo coisas que iria me irritar de imediato - dai, ele emendou logo que estava na praia, com o amigo dele (lá na minha sogra, sabe?) e que o cara estava fascinado pelo mar. tudo bem, entendi!

mas deu umas 16hrs aqui e nada de charles. liguei, né? ele disse que estava almoçando... hã?! dai eu falei: "queres matar teu amigo de fome é?! uma hora dessa almoçando?", ele respondeu que o cara lá estava amando a praia e blá, blá, blá. dai eu perguntei: "sim, mas de que horas vc chega?". e o tempo fechou!

ele disse que não sabia, que não podia expulsar o cara da casa dele - porquê nessas horas a casa dos meus sogros viram a casa dele, no resntante do tempo a casa dele é aqui - e eu disse a ele que de forma alguma estava mandando ele fazer aquilo, mas que simplesmente ele quando pegou o amigo dele deveria ter dito: "olhe fulano, só não posso chegar em casa muiiito tarde, vc sabe eu moro com minha noiva e tudo mais", o carinha é óbvio entenderia, afinal ele é casado também e sabe como é mulher. nisso charles continuou a bater na mesma tecla, que não tinha o que fazer com o homem. eu disse a ele que todos esses dias ele saiu e eu não fiz o menor problema, mas que eu estava em casa, sozinha, sem fazer nada e que ao menos merecia saber se tenho que fazer jantar ou não. ele começou a falar mais alto do lado de lá da linha - típico dele quando está sem razão - e dessa vez eu não recuei, dai surgiu a confusão.

porque os homens, muitas vezes, a gente tem que fazer de cega do tipo de ter pego uma briga daquelas, mas quando é no outro dia simplesmente esquecer, mas essa eu não esqueço, especialmente pela 'pose' dele de caráter ferido. quando eu falei que ele já tinha saído muito ele veio me jogar na cara que quando minha irmã (amiga, mas é como irmã mesmo) que mora na frança, que não via há anos veio pra cá eu dormia na casa dela. e eu respondi pra ele: "dormia mesmo, uma noite por semana e olhe lá, mas em todas as vezes vc sabia aonde eu estava e sabia há que horas eu ia voltar. eu não estou sentida porque vc está com seu amigo não charles, estou com raiva porque vc não quer dizer que horas vem. vc tem compromisso comigo antes de mais nada, assim como eu tenho com vc. quando eu dizia que ia chegar as 11hrs da manhã, as 10hr30 eu já estava em casa, não era mesmo?!" dai ele falou de novo que não tinha o que fazer e perguntou o que queria que eu fizesse. eu respondi que não queria que ele fizesse nada, ele já deveria ter feito. ter avisado ao amigo dele que a noite, se possível, estaria em casa, afinal ele era noivo, mas a minha função era de esposa ou mais, ele tinha responsabilidades, direitos e deveres, como eu.

enfim, desligamos o telefone nesse pé. depois ele liga de novo: "tá com raiva não, né?" eu respondi que era claaro que estava! ele exaltou a voz de novo e eu fui clara que, dessa vez, ele poderia espernear o quanto quisesse, a razão estava comigo - ele tá ligando de novo nesse momento -. ok voltei. dessa vez ele ligou pra dizer que estava saindo da casa da mãe logo mais, que depois iria no shopping comprar um livro pra um amigo dele de rio branco, e depois iria deixar o amigo dele numa pousada e depois viria pra casa. dai ele perguntou: "olha ai pra mim o telefone da pousada da rosa e silva, por favor". no inicio disse que não ia procurar. ele usou o "sinceramente guria" irritante dele que quer dizer: "ai também já é demais". por fim, eu estava aqui na internet mesmo, procurei no google e passei o numero seguido de um tchau e bati o telefone.

perai meninas, eu não sou neurótica nem nada. mas ele vai chegar aqui com a cara mais inocente do mundo. eu não tô errada não, tô? ao menos não toda errada. no meio de uma das 1613168 ligações que ele me fez teve a audácia de dizer que iria chegar as 23hrs. isso, eu notei de cara, que é uma brincadeira (de mal gosto) que ele faz, tipo até as 23hrs ele chega. eu respondi a ele que não era palhaça e que nem estava de brincadeira, que se fosse pra chegar as 23hrs ele dormisse aonde quisesse, mas que a porta daqui que casa eu não abrir nem pra ele nem pra ninguém numa hora dessas. e tenho dito, não abro! por fim, o bafafa foi esse, eu sei que roupa suja se lava em casa, mas vcs vão conseguir colocar amaciante em mim que eu sei. marido é bom, mas tem hora que enche o saco!!!

bem, deixo com vcs umas fotos minhas que tirei hoje. o fundo branco era pra encobrir a bagunça do meu quarto, no mas efeito nenhum. estou com 11 meses de operada, 45kg OFF (sendo 1kg perdido essa semana) e pesando 62kg distribuídos para 1m72. tá bom, pra mim tá ótimo!



Lasanha de Panquecas

lasanha de panquecas

bem assim, o noivinho ainda não pode comer de tudo porque a nossa nutricionista só libera para comer comidinhas normais como arroz parbolizado, feijão e etc, ao dois meses de operado. mas, em compensção, coisinhas fáceis de engolir como massa ele pode. nisso ele me pede pra fazer panquecas com aquela cara de pidão. mas como fazer só uma panqueca pra ele? não dá... não tenho como usar meio ovo em uma receita. nisso eu faço um receita de panquecas e nem sempre sei o que fazer com elas. mas, um grande amiga minha (a marisia) me deu a dica da lasanha de panquecas que foi testada e aprovada hoje aqui em casa.

eu fiz as panquecas de forma tradicional no almoço preparadas com 1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada (120 g), ½ colher (chá) de sal, 2 ovos batidos e 300 ml de leite ou água. o resultado deve ser uma massa bem fina. se ficar grumos passe a massa por uma peneira. depois deixei a massa descansar por 30 minutos, bati mais um pouco é preparei os crepes. essa quantidade de massa rendeu 12 crepes. sendo que charles comeu dois no almoço com recheio de atum. reservei o restante das panquecas pro jantar, fiz uma carne moída básica, bem temperadinha com azeite, cominho, curry, alecrim, pápicra, salsinha, alho, tomates, cebolas e coentro e reservei mais uma vez. e enquanto a carne cozinhava eu liguei o forno pra pré-aquecer.

em um pirex fui dispondo uma camada de carne moída, reguei com molho de tomate, salpiquei milho verde e mais coentro, cobri com uma panqueca e depois queijo mussarela. respeti a operação até a última camada da travessa e levei pra gratinar. ficou simplesmente perfeita, especialmente porque eu não gosto de desperdício de comida e eu pude reaproveitar os crepes. não é uma comida pra se comer sempre, mas dá pra levar e eu recomendo. em 30 minutos, no máximo, fica pronta. dose é que eu já estrapolei minha cota da semana de gordices, isso porquê no último domingo foi aniversário do meu pai e teve: feijoada, filé puxado na manteiga, coelho assado, galinha guisada, empadão de camarão, bolos (no plural mesmo), brigadeiro e docinhos de leite ninho. uma verdadeira provação. eu almocei legal a minha quantidade de sempre, sem exageros, e coloquei até salada no meu prato, mas admito que o brigadeiro e os docinhos de leite não me escaparam, do bolo em si não faço nem questão, mas dos docinhos pequenos e tentadores... ô derrota!




clica na imagem que ela fica grande. meu broto completou 78 aninhos!
o "F" na vela é de francisco, mas não deu pra eu escrever no bolo
- sim, fui eu que confeitei - dai coloquei só chico.

eu tinha preparado outro texto pra postar pra vcs hojes, mas de última hora resolvi compartilhar algo que escrevi há um ano:

E Recife se prepara para mais uma noite de sono, com brisa morna cheirando a café e tapioca. Quando bate cinco horas, no relógio do recifense, é como se o relógio cuco tocasse sem parar na mente de casa cidadão, só parando quando o mesmo chega em casa, sente o cheiro de sopa de carne, tapioca de coco e café quente ainda no bule.

Herdamos o costume indígena de se banhar ao acordar, depois do almoço, depois do jantar e antes de dormir... Muitas vezes, aquele Pai de família barrigudo, chega em casa suado depois de uma dia de trabalho, saudoso da mulher e dos filhos, mas nem para pra cumprimenta-los, afinal está sujo! Ele corre pro banheiro ancioso, esfrega-se com sabonete cheiroso, lava os cabelos e sai do banho assobiando uma modinha conhecida.

Os filhos já o aguardam na mesa balançando os peszinhos descalços no ar e as chinelas esquecidas no chão. Um de pijama e a outra de camisolinha e marrafinhas na cabeça, contando o que tinha visto nos Trapalhões naquele dia. O Pai beija a testa de um, cheira a cabecinha de outro, sentindo cheiro de framboesa e pensa: "mais feliz não posso ser..." A esposa serve o jantar, os meninos ralham da sopa com verdurinhas em cubos, o Pai explica que aquilo é bom, é o que dá forças... E todo mundo janta.

Depois, com o bucho cheio de sopa, todo mundo vai pra sala assistir TV. A menina 'capota' antes que a novela das sete comece, o menino segue aos trancos e barrancos até o Jornal Nacional, e finalmente diz: "Ah, isso é muito chato, vou dormir... Boa noite Mainha, boa noite Pai..." Apartir daí a menina já não pode mais dizer o que acontece, afinal, ela já estava dormindo há tempos..
.


texto do meu livro, de título provisório "memórias de uma menina de maria xiquinhas". um dia, esse meu sonho vai se realizar também. deixo aqui uma amostra grátis para vcs, minhas maiores incentivadoras. beijos, bi.

continuo com o pé imobilizado, mas fazendo tudo e mais um pouco do que fazia antes e isso dá uma tremenda dor nas pernas porque eu fico andando meio torta pra não machucar o dedão - a bota também não ajuda muito - daí findo forçando músculos da perna com os quais não estava acostumada a trabalhar, mas ok, tudo suportável, só a minha TPM esse mês que está insuportável, como sempre. quer apostar quanto que amanhã minha amiga vai descer?! agora é assim, um dia antes de eu menstruar viro uma megera com e com dor barriga. tudo, mas tudo me irrita mesmo, é difícil, muito difícil porque eu me irrito até comigo mesma. bizarro!

e como eu sou uma mulher normal que na TPM fica anormal, eu confesso que hoje pra acabar com essa onda de tristeza, irritação e angustia que estava/está me consumindo comi uma coxinha de galinha - na verdade nem precisei dela toda, comi metade -, mas enfim, pequei, jaquei bonito e tô um pouco menos estressada. valeu a pena todas as calorias...

mas eu preciso corrigir isso. não o fato de eu ter descontado uma vez no mês minhas dores em um salgadinho, sou humana me dou o direito de ser imperfeita, afinal eu sou imperfeita; mas sim essa TPM neurótica. tenho que admitir que não tomei o gamaline v certinho esse mês, mas uma coisa é fato: se eu tivesse notado melhora não tinha parado de tomar um dia sequer. hoje eu já procurei tudo aqui em casa atrás dele e não achei. será que deixei na universidade ou algo assim!? queria tanto tomar hoje, até pra ver se minhas cólicas amanhã não ficam tão selvagens. mês passado eu cheguei ao cúmulo de tomar (3) dorflex, (2) dalsy 600mg, (1) meloxicam, (1) profenid e acreditem ou não, a dor não passou totalmente. complicado demais viver assim. e quando eu começar a trabalhar, como vai ser? eu não vou poder faltar porque estou no meu primeiro dia de menstruação. eu sempre fui daquelas mulheres que achava que 'esses dias' eram apenas dias inconvientes, mas que não mudavam a vida de ninguém, esse pensamento era assim até eu operar e tudo mudar. désolé!

mas enfim, estou assim, mais pra lá do que pra cá! e pensar que o fim de semana foi tudo de bom e hoje eu tô aqui toda triste e sem motivos reais para estar assim, o que é pior. no sábado eu acordei cedo, fiquei por aqui com charles e a tarde fomos todos - eu, charles, minha prima/irmã nayara, a filha da nay que é nossa afilhada - pro parque da jaqueira. nayara e charles ficaram caminhando enquanto eu fiquei com aline e minha tia lúcia e a prima maria helena - que também foram conosco - num banquinho no parque. conversamos, lanchamos e assim a tarde passou. charles aproveitou porque caminhou bastante, ele já perdeu 22kg e está com 40 dias de operado, amanhã tem até consulta com o cirurgião por sinal. sei que chegamos em casa já era quase de noite.

no domingo fomos eu, papai e charles almoçar lá na minha sogra, mas como eu estou com a imobilização no pé não quis ir nem até a praia, quem sabe no feriado do dia 12, não é?! por fim, foi um final de semana agradabilíssimo pra compensar os dias seguintes que vão vir. mulher é um bicho bonito mas que sofre, viu!? credo!!! agora eu vou tentar terminar de digitar as tabelas da minha monografia. trabalhinho difícil quando se está sem paciência.

ah, a jadi me perguntou se a receita das fatias húngaras eram pra gastroplastizados. não, não é! acho que eu só fiz receitas exclusivas pra gastroplastia na época que eu eu estava na dieta restritiva de recuperação da cirurgia mesmo, no meu caso, os dois primeiros meses. eu só vim saber o que era comida normal mesmo com 60 dias de operada, até lá engoli tudo o que era de pastoso e caldo, mas desde então não encaro mais dietas, dietas mesmo. eu como o que a nutricionista permite: café da manhã com frutas, sucos e quando tenho vontade um pãozinho com queijo branco, umas 250grs no almoço, lanche da tarde de frutas - mas em algumas dias, como hoje, dou uma bela de uma jacada - e no jantar eu normalmente como o mesmo do almoço. concluindo, eu me permito comer de tudo, mas não tudo! aquelas fatias húngaras, por exemplo, eu comi metade de uma de toda aquela fornada. controlo sempre meu peso e se vejo que a balança subiu manero a boca, mas a minha alimentação é a mesma de todos daqui de casa, sem exceção. beijos a todas e um excelente fim de tarde pra vcs :)))

Fatias Húngaras (União de Espirais)

fatias húngaras (união de espirais)
aprendi essa receita com a minha amiga danny e ontem, por causa da falta do que fazer ainda devido ao pé imobilizado, resolvi colocar em prática. fiz da seguinte forma:

massa:
5 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
50g de fermento de pão ou 2 sachês de fermento de pão seco
1 copo de leite morno
3 gemas

recheio:
2 colheres (sopa) de coco ralado
1 copo de açúcar
2 colheres (sopa) de margarina
bater no liqüidificador até ficar um creme homogênio

calda:
1 copo de leite
1 copo de açúcar
1 colher (café) de baunilha
1 colher (chá) de canela em pó
ferver até engrossar

ralei o colo, sim eu uso coco seco fresco, mas acho que vc pode usar o de pacotinho, até porque não é todo mundo que sabe ralar com aquele ralador de bahiana feito de madeira. coloquei em um refretário o fermento com o leite morno o açúcar e o sal e misturei. em seguida joguei a farinha de trigo, fiz um cova no meio da farinha e derramei as três gemas. misturei todos os ingredientes com a mão até formar uma massa de pão, no meu caso ela ainda ficou um pouco grudenta nas mãos e eu coloquei um pouco mais de trigo, ainda ficou grudentinha mas deixei crescer assim mesmo. a massa cresceu por cerca de 1hr, aqui no calor do nordeste ela cresceu bem nesse tempo, depois abri a massa e enrolei em espirais jogando o recheio no meio. eu fiz uma massa grande, enrolei toda e depois cortei com mais ou menos dois dedos de largura. levei em seguida para assar, o forno já estava pré-aquecido por mais ou menos 20min. depois de assado e ainda quente joguei a calda! detalhe que eu fiz 2x mais a quantidade de recheio, pra chutar o pau da barraca logo! hahah :)))

e bom apetite!!!

pois é, quebrei o dedão do pé!


Mas deixa eu contar tudo desde do início, ok?! semana passada eu fui fazer um teste numa empresa para trabalho aqui em pernambuco, por isso que dei uma sumidinha básica da internet. a primeira prova foi puro terror!!! quarenta questões de matemática (matemática financeira, raciocínio lógico e o conteúdo do 2º grau) e mais vinte questões de português (gramática, interpretação de texto e raciocínio verbal). minha cabeça ficou literalmente pipocando depois dela, mas de 100 candidatos - mais ou menos - 30 passaram, incluindo eu.

Daí, pra ontem (segunda-feira) estava marcada a 2º fase da seleção. como era de manhã muito cedo eu resolvi ir ao cabeleireiro logo no domingo pela manhã e no caminho do salão eu tropecei em algo e foi aquele barulho... crash!!!

Cara, na hora eu fiquei azul de dor, fiquei segurando o dedo e tals, mas não parecia que estava quebrado, apesar da dor. fiz a escova e voltei pra casa pra fazer as unhas, a minha pedicure vem em casa, quando a ela chegou meu dedo estava beem inchado, mas como eu tinha colocado gelo e tomado um comprimido de profenid entérico a dor tinha melhorado. mesmo assim eu disse a ela pra não entortar meu dedo enquanto estivesse esmaltando porque que ele não estava dobrando...

A pedicure olhou e disse que ele estava muito inchado e tals. eu comentei com charles - meu noivo - e papai e os dois acharam que era dengo meu, sabe?! papai disse que se puxasse o dedo ele melhorava e cha falou que tinha certeza que não tinha quebrado. e eu lá, com dor o dedo ficando roxo e eu só escutava que era fricote meu...

Tá, tá! quando foi a noite minha prima nathalia veio aqui e como ela já tinha quebrado o braço em dois lugares - eu nunca tinha quebrado nada na minha vida -, perguntei a ela como é que era. ela pediu pra ver meu dedão e quando viu fez aquela cara de pânico, sabe?! dai ela falou:

- Charles, credo!!! o dedo da menina tá verde...

Putz! Na hora eu fiquei doidinha e me arretei peguei minha bolsa e já tava saindo de casa pra ir num hospital de ortopedia quando vi charles atrás de mim. ele ainda disse mais uma vez que tinha certeza que meu dedo não tava quebrado porque eu não estava sentindo muita dor. hãn?! então a gente só sente dor quando grita, chora ou fica em estado vegetativo na cama, igual a eles, homens? fiquei calada, tava neeem a fim de discutir. isso já era de noite e o hospital já estava vazio, tinha apenas uma pessoa na minha frente. o médico uma simpatia, pediu rx, eu fiz e com 5min ficou pronto, daí ele disse:

- Olha, vc quebrou seu dedo... - e mostrou no rx o meu ossinho solto, tadinho! - vai ficar com a faixa 15 dias, no mínimo, até a reavaliação com novo rx e vai usar uma botinha ortopédica também, pra não forçar a circulação no dedo.

Nossa, na hora charles baixou a cabeça e ficou com aquela cara de cachorro pidão, sabe?! nem eu sei como uma topada quebrou meu dedo daquele jeito. sei que chorei que só porque hoje tinha a seleção, mas ai o medico disse que se fosse sentado eu poderia tirar a bota e foi assim que fiz. A prova de hoje foi preparar uma aula em 15min e apresentá-la em 3 minutos! o cargo é pra instrutor, aquelas pessoas que treinam as outros, entende? pois bem, o tema da aula era livre, mas vc tinha 15 minutos pra bolar em inteira. teve um cara que nem preparou nada e ele foi o primeiro a se apresentar e deu um show. eu fui a terceira, acho que fui bem, mas só vou ter a certeza quando sair o resultado mesmo.

Eu só fiquei meio chateada porque o rapaz que deu um show admitiu que sabia que a prova ia ser essa, como ele soube não sei, dai o resto da turma ficou em desvantagem. mas ok, seja o que deus quiser, não é mesmo?! o que é meu está guardado e prometido.

E na madrugada da seleção eu acordei hoje as 4hrs da manhã com dor. Charles viu e falou que estava arrependido... hahah! Mas é assim mesmo, vivendo e aprendendo. eu já estou andando relativamente bem. a tarde, depois que eu cheguei da seleção fomos eu e charles ao cinema. almoçamos em casa antes e já eram umas 16hrs quando chegamos no shopping plaza. fomos assistir "se beber, não case!" e valeu até muito a pena. não gosto muito de comédias americanas mas essa é boa, apesar da plateía não ser das melhores. digo isso, porque uma coisa que notei, há um bom tempo, é que vem sendo impossível assistir filmes desse tipo nos cinemas daqui em horários cedos, tipo até as 20hrs. Isso se deve a um único fato: o público adolescente-histéricos-imbecis!

O que faz uma pessoa entrar numa sala de cinema com uma tremenda galera - cerca de outros 15 adolescentes - gritando frases do tipo "o cinema é nosso", "ai, ai, ai", "eita que mulher gostosa"?! essa última frase foi pra uma idosa que apreceu nos trailers. sem contar que eles passam o filme todo gritando, gargalhando froçadamente mais alto do que o som do cinema e dizendo outras infinitas frases 'micantes'. credo! isso no meu tempo de adolescente era a morte! chamar a atenção assim e pra sua própria idiotice renderia horas no terapeuta. ri-dí-cu-lo!!! que jovens são esses que estamos deixando pro mundo que precisam chamar a atenção de todos. pra mim, isso é lamentável.

Beijos, boa semana para todos, com amor Bí.

10 meses de operada, com 43kg OFF


então vamos lá falar de gastroplastia por partes e sempre! acabei de chegar do cardiologista - consulta de rotina - e aproveitei para esclarecer um ponto especialmente: a minha pressão arterial.

antes da gastroplastia eu era hipertensa, a pressão ficava em torno de 16x10 e eu tomava moduretic para controle. logo que fiz a cirurgia, com o emagrecimento, ela ficou normal em 12x8 mas depois, por volta dos 4 meses de operada, ela começou a ficar a baixa e hoje lá no cardiologista ela estava 9x6 acreditam? mas dr. fred disse que é preferível assim, que pessoas com pressão baixa vivem bem mais do que com pressão alta e que se eu tivesse vertigem - que às vezes sinto qundo levanto rápido - que bebesse muita água, segundo ele isso iria melhorar. então tá ótimo!!! a minha cirurgia segue perfeita sem intercorrência alguma.

são 10 meses de operada, com 43kg OFF e meta atingida desde os cinco meses de cirurgia!


uma coisa que pude notar, e é fato, essa história de que emagrecer lento é bom para não ficar flácida, que tem que cortar o cabelo pra diminuir a queda, que é bom emagrecer devagar porquê o peso será mantido por mais tempo e blá, blá, blá, isso tudo - pra mim - na verdade é 'balela'. me desculpem pela sinceridade mas é, pra mim! porque se existe um fator que fala muito mais alto nisso tudo é a genética, é a predisposição de cada pessoa. todo mundo sabe que eu fiquei de malhar, fiquei de fazer hidro e até agora não pude, foi monografia, charles que operou e por aí vai. todo mundo sabe também que eu como de tudo, mas não tudo... e mesmo assim eu emagreci muiiiito e não caiu nada! nesse dia aí da praia minha barriga ainda estava maior porque eu tinha acabado de almoçar e tinha quatro dias que eu não ia ao banheiro - vcs me entenderam, não é?! -, já na foto que estou com minha afilhada lá em cima a barriga é quase zero.

achar isso justo eu não acho! como já tinha dito pra jadi eu acho o fim que tenham pessoas que fazem a cirurgia sofram igual a suvaco de aleijado pra perder peso e existam outras, como eu, que comem bem - pouco mas bem -, e conseguem manter o peso.

não morram de raiva de mim por dizer isso, mas é o que pude notar. não sei se eu fui a sorteada dentre um milhão ou se simplesmente eu faço certo: peso todos os meus pratos, me peso sempre e se noto que engordei uns gramas fecho a boca. o fato é que até meu noivo fica irritado comigo! hahah! ele hoje veio me dizer: "você come de tudo, como pode?!". isso porque ontem eu estava meio ruim de boca, no sentindo que a comida estava entrando quadrada, dai ele me viu almoçando, depois de umas horas comi um quadrado de chocolate alpino, depois chupei um pirulito e não satisfeita comi uma maçã. mas o fato que ele não viu e vcs vão saber agora é que o chocolate eu achei doce demais e não consegui comer, o pirulito idem, terminei jogando fora e a maçã só entrou a metade. mas isso foi ontem, normalmente eu almoço bem (250-300grs) e de sobremesa como um doce ou fruta, quando tenho vontade umas duas horas depois. mas quem vê pensa que eu sou magra de ruim. talvez até seja agora, entretanto eu gostaria mesmo é que todas fossem! e lembrando que essa farra de lípedeos e açúcares acontece mais na TPM mesmo, de resto eu sou um anjo que come frutas, verduras e legumes, não bebe, não fuma e não toma refrigerante.

no mais é bem isso mesmo. charles hoje completou um mês de operado e lá se foram 18kg. ele está fazendo cooper todos os dias, cerca de 5km. gostaria de gostar de caminhar, mas não é minha praia. meus esportes favoritos são mesmo dentro d'água. uma das coisas que deve ter me ajudado muito na cirurgia é a grande massa muscular que cultivei da infância até meus 20 anos, outro dia fui a uma médica e reclamei que meus músculos tinham diminuido e ela virou pra mim e disse: "e mesmo assim vc continua tendo mais músculos que eu!" então vai ver é isso mesmo. sei que estou feliz, não poderia ser diferente e não penso em plásticas. já me perguntaram até se eu já fiz. não, não fiz! e no momento não penso nelas. é claro que eu tenho pele, quem que perde 40kg não teria?! mas sinceramente, as que tenho não justificam pra mim uma plástica. mas é como eu disse mesmo, pra mim, né?! algumas mulheres vendo a minha barriga podem preferir a morte, mas pra mim ela tá mais linda que um tanquinho :)

ah, quero dividir com vcs uma receita ma-ra-vi-lho-sa de brownie que peguei com a carolina! eu fiz algumas modificações e acredito que não tenha prejudicado a receita, não posso dizer com certeza porque não provei do dela, mas ficou excelente segundo minha família. bem, nos ingredientes ela cita:


100g de chocolate meio amargo - usei uma barra daquele chocolate amaro, da lacta.

100g de manteiga sem sal - um tablete da lassereníssima sem sal, acho que são 200grs
100g de açúcar - como dobrei a receita usei 200grs também e do açucar normal
3 ovos - coloquei 5 ovos
50g de farinha de trigo - em média ficou por volta de 100grs
1 pacotinho de açúcar de baunilha Bourbon - usei umas 15 gotas de licor de baunilha
100g de nozes picadas - essa foi a melhor adaptação ao brasil, coloquei castanhas de caju
75g de gotas de chocolate - raspas de chocolate alpino
calda de caramelo - bezuntei com aquele leite moça de bisnada de doce de leite


enfim, 'abrasileirei' a receita e ficou muito boa, viu?! o cheiro que fica na casa quando o brownie está assando é impagável. engraçado que eu gosto muito de cozinhar, mas não sou de comer bolo, dei a maioria pra minha família. olhem as fotos e eu vou comentando sobre:


a cá diz pra colocar os ovos com o açúcar, eu pinguei logo a essência de baunilha e bati tudo na bateira. achei que não ia dar certo porque aqui o povo é um fricote de bater as claras em neve, peneirar a gema pra não ficar cheiro de ovo que chega traumatiza a pessoa. mas confiei nela e bati tudo, e fica tudo perfeito!!!


o dela ficou beeem mais bonito, a carol tem um dom pra gastronomia e fotografia únicos, mas o meu também ficou lindinho, molhadinho e suculento, não foi?! obrigada querida por mais essa maravilhosa receita! no próximo mêsversário da aline vou fazer um bolo beem lindinho e gostosinho pra ela. e agora siiim vcs podem me odiar :)))

ah, ganhei um selinho da linda da carmine e lá vamos 'nóis'...

regras para o selinho:

1 – publicar a imagem do selo e linkar o blog da amiga que ofereceu
2 – escolher 5 situações da nossa vida que mereciam ser repetidas em slow motion
3 – passar o selo para 12 amigas blogueiras

situações:
1 – minha infância, que foi a última infância feliz no brasil moderno. aquela dos anos 80 que a gente tinha atari e ainda assim brincava de esconde-esconde, casinha e comidinhas;
2 – o nascimento da aline, minha afilhada
3 – o dia do culto ecumênico da minha formatura
4 – todas as felizes primeiras vezes da minha vida
5 – todos os momentos vividos com meu pai.



indicadas:
1. jadi; 2. larinha; 3. carol; 4. márcia; 5. jéssica.

nossa, e esse post com certeza foi o mais longo de toda minha vida!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...