Lasanha de Panquecas

lasanha de panquecas

bem assim, o noivinho ainda não pode comer de tudo porque a nossa nutricionista só libera para comer comidinhas normais como arroz parbolizado, feijão e etc, ao dois meses de operado. mas, em compensção, coisinhas fáceis de engolir como massa ele pode. nisso ele me pede pra fazer panquecas com aquela cara de pidão. mas como fazer só uma panqueca pra ele? não dá... não tenho como usar meio ovo em uma receita. nisso eu faço um receita de panquecas e nem sempre sei o que fazer com elas. mas, um grande amiga minha (a marisia) me deu a dica da lasanha de panquecas que foi testada e aprovada hoje aqui em casa.

eu fiz as panquecas de forma tradicional no almoço preparadas com 1 xícara (chá) de farinha de trigo peneirada (120 g), ½ colher (chá) de sal, 2 ovos batidos e 300 ml de leite ou água. o resultado deve ser uma massa bem fina. se ficar grumos passe a massa por uma peneira. depois deixei a massa descansar por 30 minutos, bati mais um pouco é preparei os crepes. essa quantidade de massa rendeu 12 crepes. sendo que charles comeu dois no almoço com recheio de atum. reservei o restante das panquecas pro jantar, fiz uma carne moída básica, bem temperadinha com azeite, cominho, curry, alecrim, pápicra, salsinha, alho, tomates, cebolas e coentro e reservei mais uma vez. e enquanto a carne cozinhava eu liguei o forno pra pré-aquecer.

em um pirex fui dispondo uma camada de carne moída, reguei com molho de tomate, salpiquei milho verde e mais coentro, cobri com uma panqueca e depois queijo mussarela. respeti a operação até a última camada da travessa e levei pra gratinar. ficou simplesmente perfeita, especialmente porque eu não gosto de desperdício de comida e eu pude reaproveitar os crepes. não é uma comida pra se comer sempre, mas dá pra levar e eu recomendo. em 30 minutos, no máximo, fica pronta. dose é que eu já estrapolei minha cota da semana de gordices, isso porquê no último domingo foi aniversário do meu pai e teve: feijoada, filé puxado na manteiga, coelho assado, galinha guisada, empadão de camarão, bolos (no plural mesmo), brigadeiro e docinhos de leite ninho. uma verdadeira provação. eu almocei legal a minha quantidade de sempre, sem exageros, e coloquei até salada no meu prato, mas admito que o brigadeiro e os docinhos de leite não me escaparam, do bolo em si não faço nem questão, mas dos docinhos pequenos e tentadores... ô derrota!




clica na imagem que ela fica grande. meu broto completou 78 aninhos!
o "F" na vela é de francisco, mas não deu pra eu escrever no bolo
- sim, fui eu que confeitei - dai coloquei só chico.

1 comentários:



claudia disse...

Hummm...deu água na boca!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...