A minha verdadeira casa é nos braços dele.

vou domir depois das três da madrugada, depois de horas de papo no MSN, e no melhor do sono acordo com o latido dos cachorros arengando por um pedaço de pano velho. fula da vida acordo, o mal humor me domina. quem estaria de bom humor depois de só dormir três horas? depois de horas rolando na cama sem conseguir domir, me rendo, e ligo pra ele:



- oi amor...
- oi amore mio.
- não consigo dormir!
- porque não consegue?
- sei lá, tô nervosa. deita aqui comigo?
- vai mais pra lá... (ele entende o jogo)
- deita de conchinha.
- tô deitado, fecha os olhos...



eu fechei os olhos, ele continuou a falar e o sono chegou. foi como me sentir em casa de novo, mesmo estando em casa. é porque, a minha verdadeira casa é nos braços dele.

0 comentários:



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...