☆ Ser feliz em Natal ~ Parte 1 ☆

A viagem para Natal - RN foi maravilhosa, a começar pelo vôo de 30 minutinhos apenas. Nossa, todos os vôos deveriam ser assim, levantou vôo, bebeu um suquinho, pronto, hora de descer.

Eu sai de casa no Sábado (07/08) as 12:30hrs, apesar do meu vôo só ser as 15hrs. É que Charles chegaria de viagem das 13hrs, depois de passar 8 dias a trabalho em Maceió, AL. Como o Dia dos Pais seria no dia seguinte, e eu não estaria em Recife fizemos, um Dia dos Pais especial para o meu Pai. Combinamos então de almoçar no Bonaparte e foi super especial.

(Praia de Boa Viagem ficando para trás)










Mas passou tão rapidinho, quando percebi já estava deixando a chuvosa Recife e caindo num mundo ensolarado e fresco chamado Natal. Que lugar lindo!!! Me encantei, um dos lugares mais bonitos do Brasil pra mim agora. Quando cheguei, Silvia, a filhinha dela de 5 meses (Héloïse) e a mãe de Silvia, a Sara, estavam me esperando no aeroporto e TODOS lá são pessoas espetaculares, sem exceções. A família de Silvia é inigualável e eu só pude chegar a conclusão que eu e Silvia somos espíritos amigos, e nessa vida, a internet tratou de nos unir.
(A pizza deliciosa do PtissBurg)








No primeiro dia, fomos dormir na casa dos avôs de Silvia, Dona Lindalva e Seu Arnaldo – minhas paixõezinhas – sinto tanta falta deles. Dona Lindalva vivia querendo me entupir de comida o tempo todo; até torta alemã ela fez! Ficamos no apartamento esperando a Juju chegar do curso de modelo e postura. Como eles não moram aqui, e sim na França, estavam apenas de férias com a família, a Julia tratou de ocupar o tempo dela muito bem fazendo muitos passeios e alguns cursos. Depois que ela chegou fomos eu, Silvia, Juju e Héloïse Orla de Ponta-Negra e depois jantar PitssBurg. Voltamos pra casa, eu desarrumei as malas, conversamos um bocado e acho que fomos dormir já de madrugada.

No Domingo (08/08) era Dia dos Pais e eu, por não estar em Recife, já tinha deixado tudo organizado para que o dia de Papai também fosse especial, com a ajuda de Charles, claro.

Lá em Natal fomos – eu e toda a família materna de Silvia – almoçar do Matulão. Um restaurante tipicamente nordestino que me fez sair do regime literalmente. O ambiente é super agradável, cheio de cabaças e decoração tipicamente nordestina. A família de Silvia parecia conhecer todos que chegavam lá, e olhe que o restaurante estava cheio, afinal era Dia dos Pais, e a toda hora perguntavam: ❝E ela – apontando pra mim – é filha de quem?!❞ Hahahah!!!


A noite fomos para o apartamento do Pai de Silvia, Seu Sílvio, que é de uma delicadeza de gentleman, a esposa dele então nem se fala. Tô dizendo, eu adorei TODOS lá.


Resolvemos jantar no Mangai infelizmente dentro do restaurante não se pode tirar fotos, mas vou dizer, que comida, que ambiente, que classe. Mas, lá do lado de fora você pode tirar uma fotos temáticas (abaixo)!!! Nossa, eu me diverti demais. O pai de Silvia ainda me deu dois livros ❝Expressões Populares❞ e o ❝Dicionário de Potiguês❞ que faz referencia aos Natalenses, também chamados de Potiguares.

Pronto, no próximo post eu escrevo sobre a segunda-feira (09/08), quando eu, Silvia, Juju, Héloïse e Sara pegamos a estrada na Land e fomos visitar vááárias praias de Natal e um dos maiores símbolos daquela terra: o Cajueiro Gigante. E quem sabe até termino de contar como foi toda a viagem, hein?!


0 comentários:



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...