(...)


Só para constar que certas coisas do mundo (sempre as coisas tristes) eu não entendo. Não entendo como uma mãe pode perder seus quadrigêmeos, não tem entendo como outra poder, sem nenhum aviso, seu lindo bebê em seu ventre, sem nem ter podido seu conhecer seu rostinho ainda... E outra, essa muito querida minha, que perdeu a sua primeira esperança.

Não entendo os problemas que umas tem ao dar a luz e outras, parem de cócoras, sem anestesia, e com útero bicorno ainda mais!!! - mas esse 'não-entedimento' veio com muita, muita alegria -, pois, é minha amiga Gi teve a Olivia antes-de-ontem, e estou roxa de orgulho e felicidade por ela, mas triste por tantas outras.

Vi uma postagem de outra querida daqui que ela teve três abortos espontâneos (...) E por fim, não entendo como uma mãe pode merecer enterrar um filho.

Me coloquei 1 segundo no lugar dessas mães, incluíndo a Cissa Guimarães, que acabou de perder seu filho na flor da idade e DOEU DEMAIS e continuei sem entender.

Assim como não entendi a Laura, (mas, ao menos a Silvia já recebeu seu novo anjinho, a Heloïse) e o Daniel que se foram ainda bebês... E também não entendo o porque da demora para tantas outras mães se tornarem mães.

Mas, me colocando no lugar dos filhos eu consigo entendê-los, isso porque eu vi minha mãe morrer e na hora o que mais queria era ter morrido antes que ela, ou na mesma hora que ela. Mas Deus sabe o que faz e pelo que temos passar, por isso sigo. Uma nova esperança há de surgir a qualquer momento. E Querido Papai do Céu faça por todas essas mães e filhos o que eu não posso fazer pessoalmente, no momento: dar a elas e eles um grande abraço apertado e dizer que "isso também vai passar" frase de Chico Xavier.

LUZ E UM ABRAÇOS DE ALENTO PARA TODAS!!!
Uma flor para cada anjinho que, ao Cara lá do Céu, retornou.

5 comentários:



Roberta disse...

Oi Bi!
É verdade, a vida pega cada peça na gente, q é difícil mesmo entender... mas como dizem: "Entender q Deus tem um propósito na nossa vida e que nada acontece por acaso, faz toda a diferença..."
beijos!

Mamma Mini disse...

Bi, realmente isso tudo é muito triste, tirando a parte boa do nascimento do baby da sua amiga, isso é bênção. Eu também já perdi um baby e sei o quanto é dolorido, sofrido e nada consola. Mas mesmo isso dizem que é bênção... porque Deus sabe o que faz, mas é difícil de entender sim... dizem os espíritas que são ventres abençoados que acomodam certos espíritos evoluídos por um curto período de tempo porque é a missão deles, há quem acredite, há quem discorde, é fato que é tudo muito triste mesmo. Mas como vc disse, isso também vai passar, e passa mesmo, e a nossa vida é um aprendizado, sofrido, mas aprendemos todos os dias. E sobre o seu comentário lá no blog, nega, tô bem longe de ser parecida com a Nicole Kidman viu? rs rs rs, a parte real é meu filho que é lindo mesmo....rs, e abençoado, mas o resto, sou como todo mundo, cheia de problemas, insatisfeita com um monte de coisas e tentando contornar as dificuldades e aproveitar os momentos felizes...mas obrigada pelo carinho!....rs bjs Fê

Fabia Costa disse...

Ainda bem que dor passa...
demora mais passa ne..
sao tantas perguntas sem explicacoes, tbm nao consigo entender!!

beijos bi

Lívia Beatriz disse...

Olhe Bí, a perda é algo realmente irreparável. Mas Deus sabe de todas as coisas.

Ontem a Ana Maria Braga leu um texto lindo, que nos fala um pouquinho do que pode ser esse ritual de passagem que é a morte (http://anamariabraga.globo.com/home/mensagem/mensagem.php)

Eu adorei. Espero que Deus console estes corações e os ilumine.

Beijos!

Brunna disse...

Tia Bí, me add no seu blog tb??? Vc j´aestá no meu, viu?
Beijinhos.
Brunna.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...